Banco Central e CVM alertam sobre especulação com criptomoedas

Img-criptomoedas

O Banco Central publicou, na quinta-feira (16), um comunicado alertando a respeito dos riscos do uso de bitcoins como forma de investimento.

O alerta é para a possibilidade de perda de todo o capital investido, já que a variação de preços é alta e está sujeita “a riscos imponderáveis”, afirma a autarquia.

“[As criptomoedas] não são emitidas nem garantidas por qualquer autoridade monetária, por isso não têm garantia de conversão para moedas soberanas, e tampouco são lastreadas em ativo real de qualquer espécie, ficando todo o risco com detentores”, diz a nota.

O órgão reitera, porém, que segue a tendência de outros bancos centrais não pretende regular ou restringir o uso dessas moedas virtuais, como bitcoin e ethereum.

Não é a primeira vez que o Banco Central brasileiro se manifesta sobre o assunto. O presidente do BC, Ilan Goldfajn, disse em entrevista ao “Correio Braziliense” na terça-feira (14) que o bitcoin tem dois papéis: “acobertar dinheiro ilícito” e “gente que compra para valorizar”.

O alerta da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), também divulgado nesta quinta, é sobre “initial coin offerings”, nome dado às captações de recursos em moedas recém-lançadas no mercado.

Em uma série de perguntas e respostas, a CVM diz que há risco de fraudes e pirâmides financeiras nesse tipo de operação, além de possibilidade de serem usadas para lavagem de dinheiro e evasão fiscal.

 

Fonte: Portal Folha de São Paulo

 

Deixe uma resposta